Scroll To Top

29

Julho

Local

/Workshop.02

workshop

Arquivo e Contrabando
Poéticas da Clandestinidade


Público-Alvo

  • Jovens dos 14 aos 18 anos interessados em contar uma história através da linguagem cinematográfica.

Objetivo e Metodologia

A partir dos conceitos de memória, arquivo e ficção, a oficina será direcionada para um grupo de alunos dispostos a experimentar a criação de uma narrativa através recurso às suas memórias e arquivos familiares.

A oficina será marcada pela criatividade, liberdade e experimentação na concepção de uma narrativa sobre os contos e fábulas de Melgaço, através do recurso a álbuns familiares.

Pretende-se a criação de uma fotozine que será um objeto híbrido que combinará imagens atuais com imagens de arquivo tendo em vista a construção de um diário de bordo que combina palavra e imagem, a partir da experiência de reinvenção sobre a cultura popular e clandestina que marcou a história de Melgaço.


Vagas

  • 12 Participantes

Calendarização

  • 29 de julho, das 15h00 às 17h00: Sessão de Apresentação com os participantes
  • 30 de julho, das 09h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h30
  • 31 de julho, das 09h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h30
  • 1 de agosto, das 09h30 às 12h30 e das 14h30 às 17h30

Inscrição

  • Participação gratuita, sujeita a inscrição prévia.
Ficha de Inscrição

Formador

Paulo Oliveira Fernandes
Ângela Ferreira

Ângela Ferreira, a.k.a Ângela Berlinde, é artista e curadora com o Doutoramento em Comunicação Visual pela Universidade do Minho de Braga e mestre em Multimédia e Novas Tecnologias, pela Utrecht School of Arts, Holanda. É curadora de projetos culturais em Portugal e na América Latina e publicou obras de Fotografia e Texto sobre a Índia portuguesa e sobre os Retratos Pintados dos Índios Brasileiros. É professora adjunta na Escola Superior de Media Artes e Design do Instituto Politécnico do Porto e atua no domínio de investigação sobre as formas híbridas da fotografia. É co-Fundadora do Festival de Fotografia Encontros da Imagem de Braga, tendo sido diretora artística e curadora das suas exposições. Integra desde 2017 o Conselho de Curadores do Museu da Fotografia de Fortaleza no Brasil e é consultora para a linguagem da Fotografia junto da Secretaria de Estado da cultura do Ceará.

www.angelaberlinde.com